Pages

segunda-feira, julho 12, 2010


Now I'm really going to the U.S.

1
oláá !!!!!!!!!!!!!!!!!! Hoje tudo que precisava fazer foi feito, quer dizer.. a parte mais importante da minha viagem. hehe, agora só falta o Visa Travel Money que minha mãe vai mandar fzer mês que vem, a autorização pra eu viajar alone e os presentes pra minha host family. Lógico, tb a minha despedida e algumas burocracias. Hehe, tá bom, falta bastantinho .. mas o qe eu qero dizer é qe hoje meu visto foi aprovaaado.
Minha entrevista estava marcada pras 8 hrs no consulado de Brasília, sabe qe hras eu cheguei lá ? 6:30. hehe e já tinha gente ! Aí chegaram os guardinhas lá e uma mulher qe gritava mais qe a vida na hora de chamar o povo pra colar um trequinho na roupa e liberar pra oooutra fila .. Só que teve um detalhe : antes de ela chamar pra entrar, ela disse assim: Só vai entrar quem vai fazer a entrevista! Acompanhantes têm que ficar aqui. (y) Very nice tiia ! daí eu pensei: fudeu, vou ter qe entrar sozinha lá e ainda vou fazer coisa errada. Chegou minha vez de ser chamada e a 1ª coisa qe eu falei pra ela: sou menor de idade, meu pai pode entrar comigo? e ela: pode sim, os pais podem acompanhar. uuufa, qe alívio !
Daí passei pra outra fila, onde os guardinhas revistam vcê e seus pertences. Pronto, estávamos lá dentro. hehe. Entramos no consulado, pagamos a taxa do citibank (US$140 pra intercâmbio) e fomos pra oooooutra fila onde os carinhas conferem os documentos (se eu n me engano eles pediram Passaporte, foto 5x5 ou 5x7, confirmação DS 160, DS 2019, SEVIS, comprovante de renda). Minha mãe levou uns 923432745203485 documentos lá.. mas só esses qe eles pediram pra olhar. Daí dps qe ele olhou meus documentos veio A pergunta de matar: "SUA ENTREVISTA PODE SER EM INGLÊS?" e eu: aham. Pra qê ? quase me caguei de medo, mas daí meu pai me falou: "talvez seja até mais rápido pqe vce falou isso, pqe a maioria das pessoas devem pedir pra fazer em português." Tá, falou e disse. Peguei minha senha e fui sentar. Daí de repente aparece na telinha: 360, guichê 6. Fui lá tirar minhas digitais. Voltei pra cadeira, n deu 2 minutos e apareceu de novo: 360, guichê 4. ERA A HOORA, OMG, tava literalmente tremendo de medo. Daí foi +- assim:

Rafa: Bom dia ! (tentando ser bem simpática hehe)
Cônsul: Bom dia, Rafaela né ?
R: Sim
(daí ele começou olhar umas coisas no computador)
C: Do you know the people you're going to stay with in the U.S?
R:Yes, I know.
C: Have you ever been in the U.S.?
R: No, I've never.
Daí o cônsul me mostrou o DS 2019 e a taxa SEVIS e disse:
C: You have to take this documents with you during the trip and show them in the immigration when you arrive in the U.S.
R: Okay.
C: Right, and what does your father do?
R: He's a business man
C: What kind of business?
R: Well, I don't know how to say it in English, could I say in portuguese?
C: Yes.
R: Ele é administrador de empresas
C: Certo, qual tipo de empresa ? (kkkkk, ele teve qe repetir pra eu entender o qe ele qeria.)
R: Ah sim, (olho pro meu pai com dúvida)
Pai: Agropecuária
C: Quantas pessoas trabalham com você?
P: É uma empresa minha, individual.
C: Bom, está tudo certo. Agora vocês só precisam pagar a taxa (mais uma) do SEDEX que seu passaporte será enviado pra sua casa.

Quaaanta felicidade ! *___* hehe.
Só que teve gente que não teve tanta felicidade assim, a mulher qe tava sendo entrevistada do meu lado teve o visto negado por problemas de documentos. Daí a cônsul falou pra ela: "seu visto não pôde ser aprovado porque uns documentos blablabla". Na hora um segurança encostou do lado dela: "A senhora gostaria de se retirar, por favor?". Credo, eles devem fazer isso pra pessoa qe teve o visto negado não armar um barraco lá dentro, pqe eu já até tinha falado pra minha mãe qe se n me aprovassem eu ia fazer O drama. kkk

Pronto, pagamos o SEDEX e vazamos daqela coisa. ALELUIA IRMÃO. Daí dps fomos pra Goiânia e a tarde eu tive a reunião (individual) na agência pra conversar sobre coisas da viagem. Daí a Desirée( da agência) perguntou o qe mais me deixa angustiada em relação ao intercâmbio .. eu disse qe era o aeroporto e a escola. Então ela explicou passo-a-passo o que eu tinha que fazer no aeroporto, todas as portinhas que eu tenho qe entrar e tals (graças a deus não vou viajar sozinha, Maria Paula vai cmg). Sobre a escola ela explicou tudo tb, que na 1ª semana é normal eu ficar deslocada, mas qe com o passar dos dias eu me acostumo e vira rotina.

O meu medo na escola é quando tocar o sinal pela primeira vez e aquele mundo de gente sair das salas e eu não saber pra onde eu vou. ishdehde. E tb na hora do almoço: onde eu sento? Daí ela me falou que eu tenho que ser cara de pau, ver uma mesa que eu gostar da cara das pessoas e pedir pra sentar junto com eles. Timidez TEM que ficar no Brasil. hihi. Ela tb falou sobre as fases do intercâmbio, o qe acontece em cada uma , falou qe é legal ter amizade com outros intercambistas, mas qe n é pra eu me centrar neles, pqe eu tb tenho qe ser amiga principalmente dos americanos. Outra coisa qe ela falou é qe eu tenho que cortar um pouco do contato com o Brasil, que n é pra ficar ligando 3x por semana pra casa, qe 1 e-mail por semana já basta e o mais chato: que é pra eu pedir pros meus amigos não contarem sobre as novidades daqui, pqe isso só vai me fazer ter a sensação de que eu to perdendo alguma coisa, sendo que durante o intercâmbio minha vida é lá e eu tenho qe me entregar mesmo. Então meus amigos de fé, não quero saber sobre as festas dos fins de semana, ok? hehe

Vamos ver o que mais .. hmm, Tb que é pra eu gastar mais meu tempo com atividades escolares (tipo esportes, aulas de fotografia, clube do yearbook e tals) e com a minha Host Family, qe é pra eu sempre estar presente nas atividades deles. Uma coisa que eu achei legal qe ela me falou é o seguinte: sempre que sua Host family fizer uma comida pra você, te levar em algum restaurante ou pra conhecer um lugar é fundamental agradecer. Então temos sempre qe pedir obrigado por tudo qe eles fizerem por nós ..

AAAH, voltando pro assunto do aeroporto, eu perguntei como eu devia cumprimentá-los qndo eu chegar, daí ela falou qe americanos não são mto de abraçar, são mais de dar aperto de mão e tals, mas qe é pra eu abraçá-los mesmo assim pra eles sentirem o calor brasileiro. hehe Então tá, vou abraçar. Também é ótimo manter um sorriso no rosto sempre que possível, pras pessoas verem nossa receptividade. hehe

Eu não to lembrando de tudo que nós conversamos lá, mas conforme eu for lembrando, eu escrevo aqui ! :)
XOXO. ;*

1 comentários:

Elisa disse...

Também sou pré-intercambista e essa sensação boa e ruim ao mesmo tempo é muito comum, também estou MUITO ansiosa, passa lá no meu blog.
XoXo

Postar um comentário